domingo, 3 de julho de 2011

Você


Às vezes olho para você e me pergunto se você será a pessoa que viverei o resto da minha vida. Observo seu jeito de se comportar, seu jeito de tratar, sua paciência para as minhas infantilidades, estresses e mau-humor. De uma maneira interessante você me envolve, me entende e me ama.

Nenhuma mulher até agora encontrou está fórmula, fórmula de lhe dá comigo, fórmula de saber fazer carinho, fórmula de me entender. Você sabe encostar sua cabeça no meu ombro como ninguém, acariciar minhas mãos como se estivesse cuidando de uma pessoa de cama.

Sua calma às vezes me incomoda, mas é o que faz minha raiva e meus estresses não serem nada diante da tranquilidade e da parcimônia que tratas a vida.  

Fico analisando e vejo uma mulher que tem todo potencial para ser minha esposa, amiga e companheira, mas será que eu também sei lhe fazer feliz da mesma forma que com tanta simplicidade você me faz?

(ADRIANO GUERRA)

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Há,para todas as coisas, um tempo determinado por Deus




 Tudo tem sua ocasião própria, e há tempo para todo proprósito debaixo do céu.
 Há tempo de nascer, e tempo de morrer;
 tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou;
 tempo de matar, e tempo de curar;
 tempo de derribar, e tempo de edificar;
 tempo de chorar, e tempo de rir;
 tempo de plantear, e tempo de dançar;
 tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras;
 tempo de abraçar, e tempo de abster-se de abraçar;
 tempo de buscar; e tempo de perder;
 tempo de guardar, e tempo de deitar fora;
 tempo de rasgar, e tempo de coser;
 tempo de estar calado, e tempo de falar;
 tempo de amar; e tempo de odiar;
 tempo de guerra, e tempo de paz.

(Eclesiastes, cap 3. vers. 1 a 9.)

terça-feira, 28 de junho de 2011

O ciclo natural da vida


Desde que comecei a estudar, aprendi que os seres vivos nascem, crescem, se reproduzem e morrem. Mas com o passar do tempo percebi que no decorrer desse processo, há muito mais que isso, e aprendemos que mesmo depois que deixamos de usar fraldas, ainda precisamos de pessoas. Pessoas que nos escute, que nos ajude, que nos levante quando caímos.


Chega um momento de tomar suas próprias decisões, quebrar a cara sozinho, escolher caminhos nunca percorridos e sonhar nossos próprios sonhos. Percebe-se também que o processo de crescimento nunca acaba,




mesmo depois que paramos de crescer em estatura, e que o reproduzir-se não é apenas fazer sexo e ter filhos, é constituir um patrimônio, patrimônio esse que não dá para mensura seu valor.


E à medida que nos conhecemos e aprendemos a viver a cada dia, realizando nossos sonhos, nos decepcionando com nossos sonhos e com as pessoas, amando, odiando, nos afastando, nos aproximando...


 A vida mostra mais uma vez que não dura para sempre, e neste momento, normalmente damos mais valor a vida, e começamos a querer viver mais e por inteiro.

E dessa forma sentimos a realidade na pele,
que a vida é apenas um so
pro de vida que nos foi dado. Então sem avisar o momento, termina o ciclo natural da vida, o ciclo da vida tão “aperreada”, mas tão boa de ser vivida.

Autor: Adriano Guerra
Ajustado e Corrigido : Viviane Viana

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Simples momentos.


 
Sei que não posso mudar o passado,
mas vez ou outra me sinto tentado.
Muitas pessoas não acreditam no arrependimento,
nem tão pouco valorizam o momento,
falam que errar é humano
e tratam as falhas com simplicidade.
Mas, quem não queria voltar no tempo
e mudar o que aconteceu em um certo momento?
Hoje eu percebo o quanto é importante a
vida,
pois se trata de simples momentos,
E é como o vento, pelo qual não podemos controlar
 e nem tão pouco apalpar,
mas, a única coisa que podemos fazer é aproveitar,
aproveitar os simples momentos.
 
(ADRIANO GUERRA)